Paris – Dia 4 – a Torre, o Rio, a Avenida, o Corcunda e o Pôr do Sol

O 4º dia. e último dia da viagem, amanheceu ensolarado em Paris. O sol veio nos abençoar!

Finalmente fomos a Torre Eiffel. Não sei se já falei isso, mas aquele monte de ferro retorcido, como dizem os franceses, me fascina demais. Não sei, mas acho linda!

Torre Eiffel - Paris

Chegamos, e claro, a turistada estava toda lá. Tinha fila até para conseguir tirar uma boa foto.
Decidimos não subir, a fila estava imensa, a gente ia ficar esperando pelo menos umas 2h, e aquele era o último dia em Paris. Como vamos voltar, deixamos para próxima!

Torre Eiffel - Paris

A dica aqui é: tem tempo para ficar na fila, enfrente-a! Mas só vale a pena se o céu tiver estiver bonito, nem nuvens, nem previsão de chuva… senão, já viu, né? Não vai ver nada e vai morrer de frio lá em cima.
Mesmo não subindo tirei “trocentas” fotos da torre e com a torre.

Torre Eiffel - Paris

Torre Eiffel - Paris

Pausa para besteira:
Uma coisa que me chamava atenção em Paris foram os monumentos espalhados pela cidade, quando eu for a Roma acho que ficarei com o pescoço torto.
Paris - França
No monumento da foto acima, só eu que pensei ousadia, ou os franceses “são tudo safado”, mesmo?

Da Torre Eiffel, seguimos para a Champs-Élysées, descemos na estação do Arco do Triunfo, uma das extremidades da avenida.
Arco do Triunfo - Paris

O arco foi construído em comemoração às vitórias militares de Napoleão e contém gravados, os nomes de 128 batalhas e 558 generais.

Arco do Triunfo - Paris

Caminhamos pela Champs-Élysées que estava calma naquele sábado. Acho que fiquei mais encantada com a avenida do que com as vitrines das lojas mais chiques do mundo.

Champs-Élysées - Paris

Olha o tamanho do passeio da avenida, não é um calçadão, é um passeio mesmo!

Champs-Élysées - Paris

Claro que tínhamos que entrar em pelo menos uma loja naquela avenida e consumir, não é? Adivinha qual escolhemos e que cabia (nem tanto) no nosso bolso? Na sorveteria da Häagen-Dazs. É que somos assim apaixonados por sorvete e eu nem estava ligando se estava fazendo 5ºC aquele momento. Eu ia entrar e tomar um sorvete naquela loja nem se morresse de frio no segundo seguinte. Se morrer em Paris já é chique para caramba, imagina morrer em Paris e na Champs-Élysées? hihihi Sou surtada!
O detalhe é que aquela sorveteria não era uma simples sorveteria, era um boutique de sorvete, e a gente esqueceu que não era rico e pedimos o sorvete mais gostoso do mundo acompanhando de tudo que tínhamos direito. O valor da conta eu não tenho coragem de dizer nem em euro, piorou em real.

Häagen-Dazs - Paris

Häagen-Dazs - Paris

Detalhe: De tanta gente nesse mundo, eu numa cidade do outro lado do oceano, e não é que sentaram dois brasileiros da mesa ao lado? Disfarça!

Outra coisa que não fizemos foi um passeio pelo Rio Sena. Isso é o que acontece quando você viaja para Paris por menos de uma semana e ainda perde um dia quase morrendo de frio, literalmente. Mas passamos pelo rio, fotografamos o rio, contemplamos o rio.

Paris - França

Paris - França

Paris - França

Rio Sena - Paris

Ainda faltava visitar a Catedral de Notre-Dame, aquela famosa, do Corcunda. lembra?

Catedral de Notre Dame - Paris

Catedral de Notre Dame - Paris

Também não entramos, não lembro se estava fechada ou se estava tendo algo lá. Mas nem precisava, o exterior da catedral é interessantíssimo, se eu fosse Dan Brown faria um outro livro(apesar de não ter lido o de Victor Hugo), mas elementos misteriosos e místicos é o que não falta naquelas fachadas. Vale a pena passear pelas laterais, e digo que se deixar você tira umas 200 fotos fácil, fácil.

Catedral de Notre Dame - Paris

Catedral de Notre Dame - Paris

Catedral de Notre Dame - Paris

Catedral de Notre Dame - Paris

Catedral de Notre Dame - Paris

E esse foi nosso roteiro vapt-vupt em Paris.
Nas ultimas horas que nos restavam na cidade, passeamos sem pressa pelas ruas de Paris, observado a vida do francês. Entramos em uma loja de azeites, ficamos horas por ali(que no final descobrimos que o azeite era italiano), depois num mercadinho, comprei alguns pães em uma padaria e olha como Paris encerrou nosso passeio:

Por do Sol em Paris

Por do Sol em Paris

1 thought on “Paris – Dia 4 – a Torre, o Rio, a Avenida, o Corcunda e o Pôr do Sol

  1. Aaaaaaaaaai, que já-já eu tô lá!!!!

    Pra subir na torre, tem que comprar ingresso pela internet, e nós já estamos planejando no sábado, só fechamos se fizer sol, pq com dia nublado, nem adianta, né?

    E o passeio no Sena tem o Batobus, tipo um bateau bus, hahahah , tendeu? um ônibus barco. Com um passe de 20 euros por 5 dias, em viagens ilimitadas, parando em 8 estações bem nos principais pontos turísticos!

    Podeixá que vou dar dicas no meu blog, viu??? 😉

    Adorei seu relato, e as fotos, então???

    Beijão e obrigada!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *