29 Semanas – Tanta coisa…

Eu tinha pensando em começar a organizar as coisas de Lulu e ver o que estava faltando comprar para providenciar logo. Quanto mais agora que achei um site que parece que vai me atender perfeitamente nessas comprinhas pequenas. Mas vamos viajar essa semana para formatura de meu irmão e a pequena deve ganhar muitos presentes nesse período.
Então, quando voltar de viagem, vou fazer um inventário das coisas de Lulu e comprar logo o que falta. Ahhh, mas ainda faltam 10 semanas, é… ainda faltam, mas cadê coragem de fazer qualquer coisa agora, na boca das 30 semanas, imagina quando tiver na boca dos 40!

Falando em coisas de Lulu, senta que lá vem história:

Fiz a encomenda das lembrancinhas de nascimento de Luísa, é um pregador/imã decorado para deixar recados (procurei algo que fosse útil, rs) e pedi dois modelos, um já existe no site da artesã, que são jarrinhos de flores e eu queria algo relacionado a borboletas também, então combinei com ela que fizesse um modelo e me mostrasse, antes de confeccionar os outros, para que eu desse meu aval. Acontece que ela não me mandou nada, e eu nem lembrei de cobrar antes. Semana passada, já com quase vencendo o dia da entrega, lembrei e mandei email para a moça. Ela disse que no final de semana me enviaria o diacho da borboleta para eu ver.
Qual não foi a minha surpresa quando o email chegou. Primeiro ela já tinha feito TODAS as borboletas, que estavam lindas, diga-se de passagem, mas tinha um grande detalhe que me faria cair da cadeira se não tivesse apoio.
TODAS AS BORBOLETAS ERAM COR DE ROSA!!! ROSA!!!!! R-O-S-A! Rosa, aquela cor que eu já não tinha muita afinidade antes de engravidar, e depois que você engravida de menina, ou você pega amor pelo rosa, ou pega ódio, porque 95% das coisas de bebê menina são rosa, conseguir algo em outra cor é difícil, os fabricantes devem desconhecer qualquer outra cor para menina Qual é a minha opinião em relação ao rosa? ÓDIO MORTAL!
E de repente, não mais que de repente, eu tenho 50 lembrancinhas cor de rosa… Respirei fundo e pensei por alguns minutos. Olhei as trocas de mensagens, eu realmente não disse que não queria rosa, mas também não disse cor nenhuma. Acho que, como tinha o exemplo das flores, que eram todas coloridas, eu imaginei também que as borboletas seriam coloridas. Por outro lado, como é que arbitrariamente ela escolhe uma cor para fazer minhas lembrancinhas e nem me diz nada? CINQUENTA BORBOLETAS COR DE ROSA….rs
Mandei um email para ela, disse que estava tudo muito bonito, mas que eu não queria, nem pedi, tudo rosa. Lembrei que pedi para ela me enviar um primeiro exemplo, e se ela tivesse me mando uma borboleta rosa, antes de fazer as 50, na hora eu iria me tocar e dizer logo: “Faz de tudo quanto é cor, viu?”
Enfim, ela reconheceu o erro da parte dela e me pediu mais um prazo para refazer as borboletas, desta vez, coloridas. Por sorte minha, como foi uma das primeiras coisas que encomendei, pude dar esse prazo para ela. Sorte minha porque se já estivesse em cima da hora, ou eu ia ter que pegar 50 borboletas rosas, ou ia ter que procurar uma lembrança pronta, que muito provavelmente acabaria sendo… ROSA!

O post dessa semana vai ser praticamente um livro. Bebe um gole de água que lá vem mais história!
Semana passada relatei que passei mal de calor no pilates, lembram? Pois… uma semana depois e o que me acontece?
Domingo comprei uma patê numa das melhores Delicatessens de Salvador. Comi uns 3 pães com essa pasta, e cheguei a reclamar com marido que a pasta estava quase sem gosto, mas né? A fome não liga para essas coisas.
Acordei na segunda bem, mas tive curtipio pela manhã! Até meio dia eu já tinha ido três vezes ao banheiro para o nº 2. Depois fiquei enjoada. Almocei e o enjoo só aumentava. Não conseguia beber nem água… No final do dia, ao chegar em casa, tomei um remédio de enjoo, e cinco minutos depois… #chamaraul. Lá se foi o almoço todo! O bom de vomitar é que na hora vem o alívio imediato. Mas o alívio durou pouco. Mesmo enjoada eu sentia fome. É minha gente, eu sou gulosa! Sou dessas que fica doente e o apetite aumenta! Comi e fiquei enjoada de novo… dormir deu trabalho. E Lulu mexendo para lá e pra cá! Mas deixei ela se divertir, né?
Fiz Daniel ir no mercado comprar água com gás para mim em plena meia noite… aproveitei e pedi um belisco também! 😛 Consegui dormir e acordei mais ou menos. Passei a terça com o estomago muito irritado, comer era um problema e beber água então… um drama. Mas passou!

Ai chega a manhã de quarta, algo por volta das 5 da manhã, desperto, resolvo estirar as pernas, e… CÃIMBRA! Pronto, agora também já não posso dizer que não tive cãimbras durante a gestação! rs Doeu tanto, mas tanto que tiver que acordar Daniel para alongar minha perna, porque, claro, eu não consigo mais fazer isso. Minha panturrilha se contraiu tanto que passei o resto do dia com dor no músculo.

Quarta de tarde foi hora de viajar… Tudo muito bom, tudo muito bem se o ar condicionado do aeroporto não estivesse desligado e a gente ainda passou cerca de 20 minutos dentro do avião sem ar… a coisa só melhorou quando o avião decolou…

Chegamos em Ilhéus e vivemos alguns dias bem agitados e de calor intenso, mas válidos. Era a formatura de meu irmão.
Mas já chegamos e tinha um monte de presente para Luísa, almofada, boneca, conjuntos de lençóis… e ainda falta muita coisa! rs
Minha mãe exagerada do jeito que é, encomendou um monte de coisa: mais lençóis, cueiro, manta, pano de boca, pano de ombro(não sei o que é), toalha fralda, fralda…
Mas só fiz ver! A moça que está fazendo disse que só entrega tudo de vez!
Ainda ganhamos os presentes de tia Neném e Patrícia, tio Pedro e cia.
A formatura foi tranquila e cheia de emoção, eu nem sabia, mas eu (e minha mãe) entrei com irmão. Mas já não consegui curtir muito a festa. Logo depois da valsa tirei os sapatos e pouco depois troquei de vestido para um mais fresco. 2h da manhã eu já não prestava para nada e fui para casa.
Nesses dias Luluzinha estava bemmm agitada, mexia muito e o tempo todo.
A volta foi conturbada, meu voo que era originalmente às 8, foi remarcado para 5h da manhã e quando cheguei no aeroporto, tinha sido cancelado… pense numa irritação. Perdi um dia de trabalho.
Chega de emoção para uma semana, né?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *